MicroAtlântico: uma iniciativa de monitorização de lixo marinho e microplásticos

Figura 4

2020 foi o ano de recolha de amostras a bordo dos Navios Portugueses NRP Sagres e NRP Almirante Gago Coutinho. Este ano, a iniciativa MicroAtlântico, dedica-se à análise das cerca de 200 amostras recolhidas em parte do Oceano Atlântico.

Com o objetivo de monitorizar o lixo marinho e microplásticos, a iniciativa, financiada pelo Fundo de Relações Bilaterais dos EEA Grants, designada como MicroAtlântico, tem como promotor o Instituto Hidrográfico e como parceiros, a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, a Faculdade e Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa a entidade Norueguesa NIVA.

O MicroAtlântico iniciou com a recolha de cerca de 200 amostras pelos navios NRP Sagres e NRP Almirante Gago Coutinho numa área considerável do Oceano Atlântico. Foram recolhidas amostras em locais como as Ilhas Canárias, Cabo Verde, Rio de Janeiro, Montevideu, Buenos Aires e a Cidade do Cabo.

No âmbito deste projeto, e do acordo bilateral entre o Instituto Hidrográfico e o NIVA, as amostras recolhidas durante as viagens serão repartidas pelos dois institutos por forma a construir uma partilha de conhecimentos e de experiências.

Neste momento, os dois institutos encontram-se a participar num exercício de análise de microplásticos com o objetivo de avaliar as variações causadas pelos procedimentos aplicados nos dois laboratórios e harmonizar os métodos de análise de microplásticos.

A iniciativa MicroAtlântico prevê ainda a visita de um investigador Norueguês a Portugal e a elaboração de um relatório técnico e a comunicação e disseminação dos resultados, entre outras atividades.