Está aberto o Small Grant Scheme #1 com uma alocação total disponível de 200.000€

Elaboração de estudos que analisem o impacto económico das desigualdades entre mulheres e homens

Está aberto o Small Grant Scheme #1 - Elaboração de estudos que analisem o impacto económico das desigualdades entre mulheres e homens

No âmbito do Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu, EEA Grants 2014-2021, a Islândia, o Liechtenstein e a Noruega financiam em 15 Estados-membros da União Europeia, projetos e iniciativas que pretendem reduzir as disparidades sociais e económicas na Europa e reforçar as relações bilaterais entre países doadores e beneficiários.

A Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género (CIG) é a entidade operadora do Programa Conciliação e Igualdade de Género, em parceria com o Norwegian Equality and Anti-discrimination Ombud (LDO).

O Small Grant Scheme #1 - Elaboração de estudos que analisem o impacto económico das desigualdades entre mulheres e homens, com uma alocação total disponível de 200.000€, arranca hoje e permanecerá aberto até 10 de maio de 2019.

As áreas prioritárias deste Small Grant Scheme são:
A) Estudo sobre a segregação sexual das profissões;
B) Estudo sobre as desigualdades salariais;
C) Estudo sobre o valor do trabalho não pago (doméstico e de cuidado);
D) Estudo sobre o impacto da partilha desigual do trabalho não pago (doméstico e de cuidado).

São consideradas elegíveis as entidades públicas ou privadas, comerciais ou não comerciais e organizações não-governamentais, legalmente estabelecidas em Portugal.
Serão valorizadas as candidaturas apresentadas por instituições do ensino superior, centros de investigação e entidades com experiência em metodologias aplicáveis às áreas prioritárias.

O montante total disponível é de 200.000€. O montante mínimo de financiamento de cada projeto é de 20.000€ e o montante máximo de financiamento de cada projeto é de 60.000€.

Os projetos selecionados deverão contribuir para “Garantir as mesmas oportunidades para homens e mulheres no mercado de trabalho”, através da produção de estudos sobre as desigualdades entre mulheres e homens. Os projetos terão uma duração até 18 meses.

Consulte o Aviso de Abertura.