Centro Cultural Costeiro | Sesimbra

Centro Cultural Costeiro | Sesimbra

Promotor: Município de Sesimbra

Parceiros:

Museu Marítimo de Norsk

UiT - Museu da Universidade Ártica da Noruega

Associação dos Armadores da Pesca Artesanal e Local do Centro e Sul

ArtesanalPesca - Organização de Produtores de Pesca, CRL

Financiamento EEA Grants: 750 000,00

Financiamento Total: 1 274 457,48

Programa:

 

O principal objetivo do projeto Centro Cultural Costeiro | Sesimbra é dinamizar a economia local, promover a pesca sustentável e a identidade da atividade piscatória, salvaguardar ofícios tradicionais como a construção naval em madeira, valorizar o património cultural marítimo, implementar novas tecnologias para transformação de pescado, e incentivar a produção de conhecimento sobre o mar, através da criação de parcerias com entidades noruegueses e locais.

Este projeto assenta em oito componentes principais:

  1. Reabilitar o edifício centenário, onde será instalado o Centro de Conhecimento e Cultura Marítima , com valência museológica integrando laboratórios de conservação, gabinetes de investigação, reserva visitável e área para atividades educativas;
  2. Constituir um novo sistema digital de gestão de incentivo para objetos e multimédia, otimizando a esperança de memórias e testemunhos, mas também de objetos, fruindo a ligação entre estes e como memórias de cada doador;
  3. Criar uma loja para promoção e venda de produtos tradicionais recuperados, como conservas em lata, fabricadas a partir da pesca artesanal, ativo para o empreendedorismo local;
  4. Promover o intercâmbio de conhecimento nas áreas da construção naval, conservação e restauro museológico, técnicas de pesca e transformação de pescado, incrementando novas tecnologias e partilha de experiências;
  5. Implementar uma campanha de divulgação e comunicação para afirmação do sentido identitário local, mediante as parcerias constituídas e a eleição dos benefícios ativos da pesca sustentável;
  6. Conceber um programa de atividades partilhadas com a comunidade em torno do património cultural marítimo, envolvendo novos atores locais e ao mesmo tempo diversificando como potencialidades de públicos;
  7. Realizar um evento-exposição, “Pensar o Futuro dos Oceanos”, em Portugal e na Noruega, focado nos jovens que iniciam o seu futuro profissional quanto à pertinência das atividades marítimas e da pesca sustentável;
  8. Organizar seminários de divulgação científica resultado das parcerias comuns, contando com a presença de pesquisadores, alunos, e membros da comunidade, para divulgação dos resultados alcançados.