Novos equipamentos de mapeamento do fundo marinho e coluna de água

Mário Ruivo

Promotor: IPMA - Instituto Português do Mar e da Atmosfera

Parceiros:

Institute of Marine Research

Financiamento EEA Grants: 2.000.000,00

Financiamento Total: 2.000.000,00

Programa:

No âmbito do programa EEA Grants Portugal 2009-2014, o IPMA, I.P. adquiriu o navio de investigação (NI) Mar Portugal (“PDP1 - Acquisition and Fitting of a Dynamic Positioning (DP) Vessel Equipped with Marine Surveying Equipment”). O navio sofreu alterações significativas para cumprir os objetivos do projeto e tornar-se uma nova plataforma de investigação no oceano Atlântico ao serviço da comunidade científica nacional e internacional, contribuindo para o aumento do conhecimento científico do oceano e para o estabelecimento de políticas públicas mais informadas.

O novo desenho da embarcação (atualmente com a designação de Mário Ruivo) permite a utilização do Veículo Operado Remotamente (ROV) Luso, que tem a capacidade de alcançar até 6000m de profundidade, desenvolvendo operações de alta precisão tanto perto da costa como em mar aberto, possibilitando a existência de laboratórios secos e molhados para várias disciplinas e nomeadamente pesca operações de pesquisa.

No entanto, e apesar das modificações já efetuadas no NI Mário Ruivo, o navio beneficiaria com a instalação de novos equipamentos científicos que possibilitem a monitorização acústica, o mapeamento do fundo do mar e a capacidade de interação com observatórios oceânicos.

O objetivo do projeto “Mário Ruivo” é a instalação de um conjunto de equipamentos que irão aumentar a robustez dos estudos já efetuados, nomeadamente, os trabalhos relacionados com a aplicação da Diretiva-Quadro Estratégia Marinha e possibilitar aumentar o domínios dos trabalhos já realizados pelo navio.

No âmbito do projeto “Mar Portugal” serão instalados o seguinte conjunto de sensores oceanográficos no casco da embarcação:

  • Um perfilador de correntes acústico (ADCP - Acoustic Doppler Current Profiler) viabilizando um conjunto de medições oceanográficas de forma contínua;
  • Um sensor para aquisição de batimetria multifeixe permitindo o mapeamento detalhado do fundo do mar;
  • Um sensor acústico de multifrequência para permitir estimar, de forma mais precisa, a biomassa e a distribuição de peixes mesopelágicos e epipelágicos, e macrozooplancton; e
  • um sensor para aquisição de levantamentos geofísicos do subfundo marinho.
    Adicionalmente, será instalado um sistema acústico subaquático que melhorará a comunicação entre o navio e ROV Luso, bem como com uma nova geração de veículos (AUVs e ROVs) e observatórios do fundo do mar.

A instalação destes sensores permitirá a realização de campanhas oceanográficas de âmbito mais alargado, promovendo a realização de campanhas missões multidisciplinares, traduzindo-se numa maior valia para a comunidade científica nacional e internacional.