PDP#2 - ROTEIRO NACIONAL PARA A ADAPTAÇÃO 2100

Roteiro Nacional para a Adaptação 2100

Promotor: Agência Portuguesa do Ambiente, I.P. (APA)

Parceiros:

  • Banco de Portugal (BP)
  • Direção-Geral do Território (DGT)
  • Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL)
  • Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA)
  • Direção Norueguesa de Proteção Civil (DSB)

Financiamento EEA Grants: 400.000€

Financiamento Total: 1.300.000 €

Programa:

Apoiar as atividades da ENAAC 2020, de implementação e monitorização do P-3AC, bem como de outros instrumentos estratégicos e de planeamento de adaptação às AC.

Contribuir para a implementação do PNPOT, identificando e cartografando os territórios vulneráveis às AC (eventos extremos), à escala nacional e regional, com vista a garantir a resiliência socioecológica dos territórios, nos diferentes níveis de planeamento e gestão.

Criar ferramentas para identificar as vulnerabilidades climáticas, com base no melhor conhecimento disponível, para apoio à decisão nos vários níveis territoriais.

Constituir uma referência para ações de comunicação e sensibilização nesta área. Apoiar a progressiva integração da adaptação às AC na conceção de projetos de intervenção direta e indireta no território.

Identificar necessidades para a implementação de medidas de adaptação a todos os níveis setoriais e territoriais, incluindo uma abordagem intersetorial de acordo com as especificidades territoriais.

Caracterizar impactos socio- económicos das AC nas diferentes escalas territoriais e avaliar necessidades financeiras. Conhecer e divulgar a forma como a adaptação está a ser integrada nos diversos instrumentos de planeamento territoriais e setoriais, bem como os atores envolvidos.

Ver apresentação