REDE PARES: Violência de Género e Empoderamento

REDE PARES

Promotor: Instituto Superior de Psicologia Aplicada (ISPA)

Parceiros:

Women of multicultural ethnicity network (W.O.M.E.N in Iceland)

TAIPA Odemira - Organização Cooperativa para o Desenvolvimento Integrado

ACVS - Associação Caboverdiana de Setúbal

Casa do Brasil de Lisboa

Financiamento EEA Grants: 180.026

Financiamento Total: 200.029

Programa:

 

O que é este projeto?

O projeto REDE PARES: Violência de Género e Empoderamento pretende desenvolver uma ferramenta de intervenção, para utilização a nível local, cujo principal objetivo é a promoção do empoderamento e da participação cívica das mulheres que foram ou são alvo de violência contra as mulheres e doméstica (VMVD). A ferramenta proposta - Grupos de Suporte de Pares - consiste numa intervenção-piloto inovadora de suporte entre pares tendo por base as experiências das mulheres participantes e que neste projeto focar-se-á especificamente em grupos vulneráveis: migrantes, idosas e nas zonas rurais.

É um projeto do Open Call #4: Projetos para melhorar a proteção das vítimas de violência contra as mulheres e violência doméstica.

 

O que vai conseguir?

  • Desenvolver a capacidade de participação e do suporte de pares entre as mulheres de grupos vulneráveis sobre violência de género e doméstica (auto-representantes).

  • Desenvolver a capacidade dos profissionais das entidades parceiras e outras similares no conhecimento da criação e desenvolvimento dos grupos de suporte de pares entre mulheres.

  • Atuar com informação e conhecimento junto da população dos jovens com iniciativas de educação/sensibilização de forma colaborativa com as auto-representantes.

  • Atuar com informação e conhecimento junto de estudantes futuros profissionais de saúde com iniciativas de educação para actuarem junto de mulheres de grupos vulneráveis vítimas de VMVD através da participação das auto-representantes.

  • Estabelecer os pilares para uma Rede nacional e uma internacional de mulheres auto-representantes que foram alvo de VMVD de modo a constituir-se como recurso para a Rede Nacional de Apoio às Vitimas de Violência Doméstica (RNAVVD).

 

Working together for an inclusive Europe

Ligações