SOILING

Promotor: Instituto Politécnico de Bragança

Parceiros:
  • MORE - Laboratório Colaborativo Montanhas de Investigação
  • Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

Financiamento EEA Grants:

Código Grace: PT-ENVIRONMENT-0059

Programa:

As encostas afetadas pelo grande incêndio de Picões (2013, 14.912 ha) persistem como extensa fonte de sedimentos transportados para a albufeira do Baixo-Sabor. Por um lado, a cobertura vegetal, em lenta recuperação sobre solos severamente degradados, é insuficiente para evitar escoamentos erosivos nestas encostas declivosas. Por outro, a perda contínua de solo e nutrientes não permite alcançar as condições edáficas necessárias à recuperação do coberto vegetal e ao restauro do ecossistema degradado. Uma estratégia de restauro neste contexto deverá focar-se na proteção das superfícies mais relevantes hidrologicamente e que estão mal cobertas, visando gerar infiltração in locus e promover o armazenamento de água e carbono (C), a atividade biológica dos solos e, consequentemente, a recolonização pela vegetação. O projeto tem como objetivo, numa área piloto de c. 100 ha, implementar e demonstrar a eficácia de Soluções baseadas na Natureza (SbN) para a proteção dos solos degradados pelo grande incêndio de Picões, com vista a promover o restauro de serviços
ecossistémicos, como a retenção de solo, o armazenamento de C e de água no solo, e a qualidade da água da albufeira do Baixo-Sabor.

As SbN a implementar são condicionadores do solo (composto e biochar) à base de bagaço de azeitona (BA) e crostas biológicas, espontâneas ou induzidas. No primeiro caso, as formulações e o modelo de produção encontram-se consolidados, e em todos os casos a eficácia em áreas ardidas ou degradadas da região foi já comprovada. A incorporação de BA como matéria-prima das SbN dá um destino a este subproduto da fileira olivícola, atualmente convertido em resíduo e objeto de persistentes preocupações ambientais, contribuindo assim para a economia circular. Os resultados das intervenções serão aferidos por comparação com a condição atual e com a da aplicação de polímeros floculantes, isto é mínima e máxima proteção do solo. A aplicação das SbN em faixas de nível seguirá uma distribuição espacial e um dimensionamento otimizados por um algoritmo assente num modelo de transporte de sedimentos na encosta que minimize a perda de solo e seus impactos, assim como os custos de implementação. A avaliação económica e ambiental da eficácia das intervenções assenta na quantificação de serviços ecossistémicos alimentada por protocolos de monitorização de processos erosivos (de campo, laboratorial e remota), propriedades do solo e qualidade da água na rede hidrográfica.

Ver apresentação